Banner cabeçalho

Oi SuperSurf

Sete concorrentes se classificaram para enfrentar os principais cabeças de chave na quarta fase e três saíram da briga na longa quinta-feira de 25 baterias disputadas na Praia de Itaúna.

A batalha pelo título de campeão das quatro etapas do Oi SuperSurf 2015 centralizou as atenções na quinta-feira de boas ondas de 3-4 pés na Praia de Itaúna, em Saquarema, na Região dos Lagos do Rio de Janeiro. Dos vinte surfistas que estavam na briga, metade competiu na terceira fase. Sete deles avançaram para enfrentar os principais concorrentes, que fazem parte do grupo dos 32 principais cabeças de chave que só estreia na quarta rodada, como os líderes dos rankings, o baiano Bino Lopes do Oi SuperSurf e o paulista Flavio Nakagima, que está na frente do Circuito Brasileiro.

Um dos ponteiros na disputa pela liderança nas duas competições já estreou na quinta-feira e confirmou o favoritismo na bateria que abriu a terceira fase do Oi SuperSurf de Saquarema. O capixaba Krystian Kymerson conseguiu notas 8,0 e 8,5 nas duas melhores ondas que surfou nas esquerdas da Praia de Itaúna. Já o uruguaio Marco Giorgi, que mora em Garopaba (SC), conquistou a segunda vaga na onda que pegou no último minuto. Com ela, superou o paulista Phillipe Chagas que estava se classificando e o alagoano Amando Tenório.

"A bateria foi muito boa, com o (Marco) Giorgi, o Phillipe Chagas e com o (Amando) Tenório, mas fui feliz em achar duas ondas muito boas. O mar diminuiu, mas a formação das ondas continua muito boa e Saquarema nunca deixa de dar ondas nos campeonatos mesmo", disse Kyrstian Kymerson. "Eu comecei bem minha trajetória e se Deus quiser vai dar tudo certo para brigar pela liderança do ranking lá na frente. Estou confiante em conseguir um bom resultado aqui porque eu gosto muito de competir nessa onda de Itaúna".

Kymerson tenta conseguir um feito inédito para o seu estado, pois nenhum surfista do Espírito Santo foi campeão brasileiro desde o início do circuito da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP) em 1987. O capixaba agora terá um confronto direto pela ponta do ranking na primeira bateria da sexta-feira, programada para entrar no mar as 8h00 na Praia de Itaúna. Ela é encabeçada pelo líder Flavio Nakagima e ainda tem dois surfistas muito experientes que já defenderam o Brasil na elite mundial do WCT, o potiguar Danilo Costa e o cabo-friense Victor Ribas. Apenas os dois primeiros avançarão para a quinta fase.

"Agora é focar pra achar boas ondas de novo para sair com um bom resultado, porque certamente será mais uma bateria de alto nível como a maioria que estamos assistindo esse ano com a volta do SuperSurf", disse Krystian Kymerson. "É um sonho meu ser o primeiro capixaba a conseguir o título de campeão brasileiro, nunca teve, mas procuro ficar tranquilo e me manter focado em surfar bem cada onda em cada bateria. Estou com a minha família aqui e prefiro deixar rolar, sem ficar muito na pressão e vamos ver o que vai acontecer, pois só Deus sabe de todas as coisas".

DOIS CONCORRENTES - Outras quatro baterias da quarta fase vão envolver dois concorrentes ao título do Oi SuperSurf 2015 que também têm chances de assumir a liderança do ranking brasileiro em Saquarema. A terceira com os ubatubenses Renato Galvão e Saulo Junior, contra o pernambucano Luel Felipe e o potiguar Alan Jhones. A quinta com o baiano Marco Fernandez e o carioca Leonardo Neves, que mora em Saquarema, enfrentando o pernambucano Paulo Moura e o catarinense Ygor Arakaki. A nona do paranaense Jihad Khodr e do paulista Hizunomê Bettero com Mariano Arreyes (RJ) e Rodrigo Wazlawick (SC). E a 14.a com o baiano Alandreson Martins e o paulista Deivid Silva, contra mais dois paulistas, Odarci Nonato e Tales Araujo.

Os outros seis estão sozinhos contra três competidores que tentam apenas melhorar suas posições nos dois rankings. O paulista David do Carmo vem competindo desde a primeira bateria do Oi SuperSurf de Saquarema iniciado na quarta-feira e seus próximos adversários serão o seu conterrâneo Luan Carvalho, o cearense Dunga Neto, presidente da ABRASP que continua na ativa, e o uruguaio Marco Giorgi, que disputa o Circuito Brasileiro representando Santa Catarina por morar há muitos anos em Garopaba.

Depois, tem o ubatubense Odirlei Coutinho estreando na quarta bateria, o também paulista Thiago Guimarães na oitava, o capixaba Rafael Teixeira na 11.a, o cearense Messias Felix na 12.a, o catarinense Willian Cardoso na 13.a e o baiano Bino Lopes fecha a quarta fase defendendo a liderança nos dois rankings. Se conseguir ficar entre os dois primeiros que se classificam para a quinta fase, Bino já derruba sete concorrentes ao título de campeão do Oi SuperSurf 2015 e seis também saem da disputa pela ponta do ranking brasileiro em Saquarema. Seus primeiros adversários serão o capixaba Lysandro Leandro, o paulista Icaro Rodrigues e o carioca Lucas Silveira, que fez uma das melhores apresentações da quinta-feira em Itaúna.

LOCAIS DE SAQUAREMA - Quem também fez bonito no segundo dia foi o bicampeão brasileiro Leonardo Neves. Ele mora em Saquarema há muitos anos e enfrentou outro local da cidade que igualmente já defendeu o país na elite mundial do WCT, Raoni Monteiro. Léo começou bem a bateria e liderou do início ao fim. A batalha pela segunda vaga foi intensa, mas o pernambucano Halley Batista achou uma boa esquerda que abriu a parede para mandar uma série de manobras e arrancar um 9,17 que garantiu a classificação em segundo na vitória de Leonardo Neves. Raoni Monteiro acabou eliminado junto com o paranaense Victor Valentim.

"Minha tática foi sair pegando ondas no início pra deixar para trocar notas depois e estou feliz porque ela deu certo. A maré está enchendo, não deu tanta onda boa, mas a bateria foi adrenalizante, porque tinha o Raoni (Monteiro), o Halley (Batista), galera que tá quebrando, então eu já sabia que não poderia errar, senão ficaria difícil recuperar", disse Leonardo Neves, bicampeão brasileiro em 2002 e 2003. "Eu fiquei feliz pelo Raoni ter se classificado ontem (quarta-feira) e ao mesmo tempo triste hoje porque ele não passou junto comigo, mas campeonato é assim mesmo e o Raoni tem passado boas baterias, está voltado ao rip de competição como eu, então certamente vai conseguir bons resultados pela frente".

Léo Neves vem embalado de um vice-campeonato na final contra o baiano Bino Lopes no Oi SuperSurf de Florianópolis, na Praia da Joaquina, quando entrou na briga direta pelo título do circuito e por um terceiro troféu de campeão brasileiro, feito que só o paranaense Peterson Rosa conseguiu nas temporadas de 2004, 2009 e no primeiro SuperSurf da história no ano 2000. O primeiro título do carioca foi conquistado exatamente numa final contra Peterson Rosa em 2002 na Prainha, Rio de Janeiro.

"O mais legal de tudo é a volta do SuperSurf pra Saquarema", destaca Leonardo Neves. "Se ano passado perguntassem qual seria o melhor presente para mim, eu ia dizer que seria esse, do SuperSurf voltar a fazer etapa em Saquarema. Isso me deu novo ânimo para também retornar as competições e vamos ter uma nova etapa importante no fim do ano (em Torres-RS) para finalizar o circuito brasileiro, então isso é bom, mais campeonatos, mais motivação pra todo mundo. Tem uma galera que eu não via há muitos anos que está toda lá em casa, isso me faz feliz e nosso projeto novo agora é treinar pra se dar bem no SuperSurf".

ATLETAS FURNAS - Outra bateria eletrizante disputada na quinta-feira não envolveu nenhum concorrente aos títulos brasileiro e do Oi SuperSurf 2015, mas foi emocionante. O paraibano José Francisco aumentou o recorde de 16,50 pontos do capixaba Krystian Kymerson para 17,50. Mas, a melhor onda foi surfada pelo carioca Pedro Scooby. Ele é um dos dois atletas patrocinados por Furnas, empresa de energia apoiadora do circuito, que brilharam nas esquerdas de Itaúna. Especialista em ondas grandes, Scooby quase não participa de competições, mas tem surfado boas ondas desde a primeira fase e arrancou nota 9,57 para superar o campeão brasileiro Gustavo Fernandes e o também carioca Jeronimo Vargas. Ela só ficou abaixo da nota 10 do paulista Igor Moraes no primeiro dia.

Já o seu companheiro na equipe Furnas, Lucas Silveira, fechou a quinta-feira registrando um novo recorde de 18,00 pontos para a terceira fase do Oi SuperSurf de Saquarema, somando nota 9,5 na melhor onda que surfou. Ele barrou um dos ponteiros do ranking, o cearense Charlie Brown, que estava em quarto lugar na disputa pelo título do Oi SuperSurf e do brasileiro. Além do cearense, também foram eliminados e saíram da briga o paulista Thiago Camarão e o pernambucano Ian Gouveia. A batalha recomeça nesta sexta-feira, a partir das 8h00 na Praia de Itaúna.

As quatro etapas do Oi SuperSurf 2015 são patrocinadas pela Oi, pela marca Smolder de surfwear e pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, através da Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude. Os eventos têm participação especial de Furnas e realização da Casa da Árvore com a Editora Rocky Mountain da Revista Hardcore e a Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), com transmissão ao vivo pelo www.oisupersurf.com.br. Esta quarta etapa também conta com apoio da Prefeitura de Saquarema, Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (FESERJ), Associação de Surf de Saquarema (ASS) e da Rádio Cidade 102,9, a Rádio Oficial do Oi SuperSurf de Saquarema.

A OI E O ESPORTE - A Oi tem longo histórico de apoio ao esporte, com patrocínios a grandes eventos, equipes e atletas de diferentes modalidades, como basquete, judô, futebol, surfe e skate. A companhia tem grande expertise no apoio ao esporte, seja com patrocínio ou com prestação de serviços de telecomunicações em grandes competições realizadas no país. Entre os exemplos recentes, a Oi foi uma das patrocinadoras oficiais da Copa do Mundo no Brasil em 2014 e da Copa das Confederações em 2013. A companhia também apostou no basquete patrocinando o NBA Global Games Rio 2015 e o torneio NBA 3X, além de apoiar os Jogos Cariocas de Verão e o Oi Bowl Jam de skate.

A Oi também patrocinou este ano o Oi Rio Pro, a etapa brasileira do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour (CT), e em julho fechou contrato de patrocínio com mais três surfistas brasileiros de destaque na WSL: Adriano de Souza, Filipe Toledo e Silvana Lima. Eles se juntam ao campeão mundial Gabriel Medina no time de surfistas patrocinados pela Oi.

VIDEOS DA ETAPA DE SAQUAREMA - NEWS FEED PARA TVS:
https://www.dropbox.com/sh/mhfgxbqxm1vq7pg/AABrIk0d25ckOeIY0HvsnBvva?dl=0

VIDEOS - HIGHLIGHTS DIÁRIOS DA ETAPA DE SAQUAREMA:
vimeo.com/supersurf
https://www.youtube.com/channel/UCOyQYyfyPnGx1oN8GYz9mKA

FOTOS DIVULGAÇÃO DA TERCEIRA ETAPA EM SAQUAREMA:
http://www.inpresspni.com.br/galeriasImagensClienteInterna.aspx?area=galeria&cod=565

--------------------------------------------------------------------------------------
Assessoria de Imprensa OI SUPERSURF
Camila Coimbra - (21) 97394-6785 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Fernando Vieri - (21) 99699-4138 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
João Carvalho - (48) 9988-2986 - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Comunicação Corporativa Oi
Adriana Castelo Branco - Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Oi Fixo (21) 3131-1103 - Oi Celular (21) 98899-9146
--------------------------------------------------------------------------------------

QUARTA FASE - entrada dos 32 principais cabeças de chave (os 2 primeiros das baterias):
--------------------- 3.o=33.o lugar com 1.920 pontos e 4.o=49.o lugar com 1.440 pontos:
1.a: Flavio Nakagima (SP) e Danilo Costa (RN), Krystian Kymerson (ES), Victor Ribas (RJ)
2.a: Luan Carvalho (SP) e Dunga Neto (CE), Marco Giorgi (SC), David do Carmo (SP)
3.a: Renato Galvão (SP) e Luel Felipe (PE), Alan Jhones (RN), Saulo Junior (SP)
4.a: Odirlei Coutinho (SP) e Douglas Noronha (SP), Wesley Santos (SP), Magno Pacheco (SP)
5.a: Marco Fernandez (BA) e Ygor Arakaki (SC), Leonardo Neves (RJ), Paulo Moura (PE)
6.a: Bruno Galini (BA) e Franklin Serpa (BA), Halley Batista (PE), Weslley Dantas (SP)
7.a: Luciano Brulher (SP) e Marcos Correa (SP), José Francisco (PB), Cainã Barletta (SC)
8.a: Thiago Guimarães (SP) e Sidney Guimarães (SP), Pedro Scooby (RJ), Yagê Araujo (BA)
9.a: Jihad Khodr (PR) e Rodrigo Wazlawick (SC), Hizunomê Bettero (SP), Mariano Arreyes (RJ)
10: Caetano Vargas (PR) e Ricardo Ferreira (SP), Frank Cordeiro (PE), Artur Silva (CE)
11: Robson Santos (SP) e Diego Rosa (SC), Rafael Teixeira (ES), Simão Romão (RJ)
12: Messias Felix (CE) e Alan Donato (PE), Tamaê Bettero (SP), Jean da Silva (SC)
13: Willian Cardoso (SC) e Gustavo Bertotto (RS), Igor Moraes (SP), Matheus Navarro (SC)
14: Alandreson Martins (BA) e Odarci Nonato (SP), Deivid Silva (SP), Tales Araujo (SP)
15: Samuel Igo (PB) e Artur Aguiar (SP), Dodô Veiga (SP), Felipe Ximenes (SC)
16: Bino Lopes (BA) e Lysandro Leandro (ES), Icaro Rodrigues (SP), Lucas Silveira (RJ)

TERCEIRA FASE - 3.o=65.o lugar com 960 pts e 4.o=81.o lugar com 512 pts:
1.a: 1-Krystian Kymerson (ES), 2-Marco Giorgi (SC), 3-Phillipe Chagas (SP), 4-Amando Tenorio (AL)
2.a: 1-David do Carmo (SP), 2-Victor Ribas (RJ), 3-Edgard Groggia (SP), 4-Leo Andrade (BA)
3.a: 1-Alan Jhones (RN), 2-Wesley Santos (SP), 3-Gustavo Ribeiro (SP), 4-Angelo Hereda (RJ)
4.a: 1-Magno Pacheco (SP), 2-Saulo Junior (SP), 3-Geovane Ferreira (SP), 4-Gabriel Adisaka (SP)
5.a: 1-Leonardo Neves (RJ), 2-Halley Batista (PE), 3-Victor Valentim (PR), 4-Raoni Monteiro (RJ)
6.a: 1-Weslley Dantas (SP), 2-Paulo Moura (PE), 3-Raphael Seixas (PB), 4-Ivan Silva (PE)
7.a: 1-José Francisco (PB), 2-Pedro Scooby (RJ), 3-Gustavo Fernandes (RJ), 4-Jeronimo Vargas (RJ)
8.a: 1-Yagê Araujo (BA), 2-Cainã Barletta (SC), 3-Thiago Camarão (SP), 4-Pablo Paulino (CE),
9.a: 1-Hizunomê Bettero (SP), 2-Frank Cordeiro (PE), 3-Wesley Leite (SP), 4-Anselmo Correia (RJ)
10: 1-Artur Silva (CE), 2-Mariano Arreyes (RJ), 3-Alessandro Puga (PR), 4-Leandro Bastos (RJ)
11: 1-Rafael Teixeira (ES), 2-Tamaê Bettero (SP), 3-Lucas Santos (SP), 4-André Teixeira (BA)
12: 1-Jean da Silva (SC), 2-Simão Romão (RJ), 3-Facundo Arreyes (RJ), 4-Ian Gouveia (PE)
13: 1-Igor Moraes (SP), 2-Deivid Silva (SP), 3-Julio Terres (SC), 4-Amani Valentim (PR)
14: 1-Tales Araujo (SP), 2-Matheus Navarro (SC), 3-Maxsswell Ribeiro (SP), 4-Luan Wood (SC)
15: 1-Dodô Veiga (SP), 2-Icaro Rodrigues (SP), 3-Alcides Lopes (SC), 4-Heitor Alves (CE)
16: 1-Lucas Silveira (RJ), 2-Felipe Ximenes (SC), 3-Charlie Brown (CE), 4-Bruno Rodrigues (PE)

SEGUNDA FASE - 3.o=97.o lugar com 408 pts e 4.o=113.o lugar com 312 pts:
------------baterias que abriram a quinta-feira:
8.a: 1-Yagê Araujo (BA), 2-Jeronimo Vargas (RJ), 3-Felipe Oliveira (SP), 4-Guilherme Tripa (RJ)
9.a: 1-Wesley Leite (SP), 2-Mariano Arreyes (RJ), 3-Flavio Costa (BA), 4-Raul Reis (SP)
10: 1-Alessandro Puga (PR), 2-Anselmo Correia (RJ), 3-Davio Figueiredo (RJ), 4-João Chianca (RJ)
11: 1-André Teixeira (BA), 2-Facundo Arreyes (RJ), 3-Felipe Alves (CE), 4-Jackson Santos (SP)
12: 1-Jean da Silva (SC), 2-Lucas Santos (SP), 3-Patrick Tamberg (FN), 4-Bruno Moraes (SC)
13: 1-Julio Terres (SC), 2-Maxsswell Ribeiro (SP), 3-Hugo Bittencourt (RJ), 4-Arthur Maximo (RJ)
14: 1-Tales Araujo (SP), 2-Igor Moraes (SP), 3-David Silva (SP), 4-Juliano Uzuelli (SP)
15: 1-Alcides Lopes (SC), 2-Bruno Rodrigues (PE), 3-Leandro Cruz (SP), 4-Junior Lagosta (PE)
16: 1-Felipe Ximenes (SC), 2-Heitor Alves (CE), 3-Lucas Chumbinho (RJ), 4-Diego Meinha (SP)
------------baterias que fecharam a quarta-feira:
1.a: 1-Phillipe Chagas (SP), 2-David do Carmo (SP), 3-Eric de Souza (RJ), 4-Kaique Oliveira (SC)
2.a: 1-Edgard Groggia (SP), 2-Marco Giorgi (SC), 3-José Eduardo (RJ), 4-Michel Roque (CE)
3.a: 1-Wesley Santos (SP), 2-Magno Pacheco (SP), 3-Robson Gobbato (RS), 4-Jefferson Silva (RJ)
4.a: 1-Gabriel Adisaka (SP), 2-Angelo Hereda (RJ), 3-Eduardo Barrionuevo (SP), 4-Edher Reis (SP)
5.a: 1-Halley Batista (PE), 2-Ivan Silva (PE), 3-Pedro Neves (RJ), 4-Thiago Barcellos (RJ)
6.a: 1-Raphael Seixas (PB), 2-Raoni Monteiro (RJ), 3-Josias Pedrinha (RS), 4-Kadu Medeiros (SP)
7.a: 1-Pedro Scooby (RJ), 2-Pablo Paulino (CE), 3-Icaro Lopes (CE), 4-André Moi (SC)

Por: João Carbalho

Cron Job Iniciado